IV PUTZ- Festival Universitário de cinema e vídeo de Curitiba.


O PRIMEIRO PRÊMIO A GENTE NUNCA ESQUECE...




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




Recebi ontem, pelo correio, a premiação do IV PUTZ- Festival Universitário de cinema e vídeo de Curitiba.Eu e mais quatro(produção, roteiro, direção e edição) colegas da universidade recebemos a menção honrosa na categoria Documentário, pela obra André Cavalcanti 174. O Resultado está postado na página do festival .O prêmio tem um valor especial: além de ser o meu primeiro trabalho universitário em vídeo , veio de um festival que vi nascer na cidade que morei durante cinco anos.




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





Difícil esquecer todo a nosso entusiasmo ao ligar a câmera e começar a dar vida o discurso que colocamos no papel.Ao todo foram quase um ano, entre o começo da pesquisa e a edição final, e conseguimos suprimir em quase quinze minutos o material bruto de duas horas. Muito trabalho que nos fez aprender e ter a certeza de que trilhamos pela escolha certa da profissão. Obrigado a organização do festival , pois um prêmio incentiva e muito outros projetos.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





SOBRE O DOCUMENTÁRIO:


O documentário André Cavalcanti 174 mostra a convivência e a vida nos dias atuais dos moradores de um cortiço, localizado próximo ao Centro da cidade, que ainda conserva em sua maioria os moldes arquitetônicos desta época. A disposição característica das moradias do cortiço forçam uma maior integração entre os que ali habitam.


O filme lança um olhar sobre os aspectos sociais e culturais através da declaração de um historiador ,que ajuda na compreensão dessas mudanças ,e de depoimentos de pessoas que residem no local. Com esses relatos pode-se analizar o perfil dos moradores e as mudanças que ocorreram a partir do desenvolvimento urbano, já que são em sua maioria imigrantes, sendo inicialmente portugueses e hoje migrantes nordestinos.


A EQUIPE:


Produção: Faculdade Estácio de Sá, Núcleo de Cinema e Vídeo.
Roteiro : João Riveres, Jose Viana Filho e Luis Gabriel Lopes.
Argumento, Fotografia, Câmera : Martin Sciarretta .
Direção de Produção: Martin Sciarretta e José Viana Filho .
Produção Executiva: Natali Pazete e Henrique Santana.
Pesquisa e entrevistas: Aline Calamara e Karen Borowinski.
Edição: Luis Gabriel Lopes.

Direção : José Viana Filho




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

AS SETE MARAVILHAS DO MUNDO MODERNO

CRISTO REDENTOR, BRAÇOS ABERTOS SOBRE O MUNDO ...





Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Foto de Drika Forever



Independente de ser um símbolo religioso cristão católico, o Cristo Redentor já faz parte da história do Rio de Janeiro. Não só do Rio , do Brasil e do mundo; sortudo é o corcovado que o tem no seu topo...

Lembro-me da primeira vez que subi e vi o Rio abaixo dos meus pés , uma gostosa sensação de ver a beleza e os contrastes da cidade em planta baixa. Todos deviam subir no Corcovado uma vez na vida, e entender do que falo (ver a cidade de baixo).


O Cristo Redentor está concorrendo para ser uma das sete maravilhas do mundo moderno, dentre outras temos : a Estátua da Liberdade, o Taj Mahal, a Torre Eiffel e até o que sobrou do Colisseu, mais alguns símbolos do mundo todo.São sete votos, e tenho certeza que todos , conhecendo ou não a maravilha brasileira garantirão um voto para o resultado que sairá em julho. É um selo a mais para a cidade e para o país ter um monumento moderno escolhido.



Clique aqui e vote no Cristo Redentor.Lá você terá diversas maneiras de votar , escolha a sua de braços e coração abertos.




...Nunca se chega no Cristo concreto
De matéria ou qualquer coisa real
Depois de 2001 e 2 e tempo afora
O Cristo é como quem foi visto subindo ao céu
Subindo ao céu
Num véu de nuvem brilhante
subindo ao céu...
(trecho da música "expresso 2222" de Gilberto Gil)

FAZ ESCURO MAS EU CANTO DE THIAGO DE MELLO

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Ao terminar de ler Faz escuro mas eu canto de Thiago de Mello(nem me lembro mais quantas vezes li), só posso dizer uma coisa: não deixem de ler, pelo menos uma vez na vida, esta obra...

Ler poesia é aquietar seu estado de espírito, sossegar, viajar em um mundo só seu. E vagar por ele sem roteiro, direção ou razão. Faz escuro mas eu canto é uma obra prima da literatura mundial, que, além de nos levar a um caminho ímpar, nos empurra, com toda a certeza para um mundo de palavras muito bem escritas e expostas.

Deixo aqui, uma poesia da obra de Thiago de Mello, o poeta do amazonas, do Brasil e do Mundo, a poesia é:

A APRENDIZAGEM AMARGA

Chega um dia em que o dia se termina
Antes que a noite caia inteiramente.
Chega um dia em que a mão, já no caminho,
De repente se esquece do seu gesto.
Chega um dia em que a lenha já não chega
Para acender o fogo da lareira.
Chega um dia em que o amor, que era infinito,
De repente se acaba, de repente.

Força é saber amar, perto e distante,
Com o encanto de rosa livre na haste,
Para que o amor ferido não se acabe
Na eternidade amarga de um instante.