ENTÃO É NATAL...


Papai Noel

Quando criança, o Natal para mim representava a maior festa do ano. Tinha tanta expectativa com o que papai Noel daria e presente, que, em uma noite quente na minha cidade natal, peguei minha mãe colocando um ferrorrama embaixo da minha cama. Ao invés de ficar triste, eu na verdade, adorei a surpresa, papai Noel na verdade era minha mãe...

Hoje, já crescido e entendendo o sistema de consumo criado envolta da data , gosto do natal pelo fato de me encontrar com a família , milhas e milhas distante. Gosto do final de ano, porque sei que todos nós ficamos um pouco mais solidários, bem como, um pouco mais emotivos.

Enfim , aproveitemos as festa s definais de ano para termos um pouco mais de reflexão, não custa nada enxergar também o próximo ...

Para não fugir da saudação , feliz natal a todos


Anjos


UMA CRÔNICA PARA VANESSA MENDES



Photobucket



Em tempos de depoimentos de Orkut, fiz o meu para minha esposa e o coloco aqui, porque dia 20 de dezembro será seu aniversário. Que eu passe com ela mais e mais aniversários...


*************************************************************************************************************************************************************


O que mais me chamou atenção na primeira vez que vi Vanessa foram seu olhos: rasgados como de um lince e com uma cor de mel inesquecível.



Olhos de vanessa





Na segunda vez , eu fiquei com aquela vontade de querer mais e mais e mais vê-la , parecendo um adolescente apaixonado. Quando a beije pela primeira vez, em pleno baile municipal, sabia que dali construiríamos algo mais. Que iria dar samba... E como deu, com uma melodia suave e gostosa, tenho o prazer de conviver com ela, ficar ao seu lado, quase todos os dias, nesses quase um ano de namoro.

Photobucket

Nossos altos da relação nos dão força para enfrentar qualquer dificuldade que surge em uma relação a dois. Construirmos uma cumplicidade tão forte que identificamos e sabemos dos nossos defeitos e virtudes sem mascaras.Com Vanessa, tenho certeza que passarei vários outros carnavais, bem como, com essa branquinha de olhos vesgos e rasgados , colherei aquilo que nunca plantei.Com Vanessa, meu dias são sempre cheios de surpresa e felicidade, com ela pacientemente construo o amor...

Parabéns meu amor

moments and love










DEIXA ELA ENTRAR DE TOMAS ALFREDSON



Låt den rätte komma in, SUE, 2008

Deixa ela entrar III

O vampirismo sempre foi um tema explorado pela sétima arte. Diversas versões inundam as telas pelo mundo, com muito sangue e terror . A mais recente onda do Crepúsculo , popularizou ainda mais esse tema para adolescentes. Mais “Deixa Ela Entrar” é um belo exemplar de como se pode fazer um filme com terror, sustos, suspense, vampirismos , sem cair no clichê americano.

Deixa ela entrar

O filme sueco de Tomas Alfredson, é uma bela novidade para quem quer ver um filme de vampiro: primeiro porque trás uma estória inusitada de uma adolescente e ao que parece ser seu pai( ? ) que se mudam para uma pacata e gelada cidade na Suécia. E vemos duas estórias se cruzando , do solitário adolescente Oskar interpretado por Kåre Hedebrant e Eli vivida por Lina Leandersson. Ele vivendo as crises de um adolescente tímido e solitário , ela uma “menina” vampira com suas necessidades. A solidão é o principal ponto de encontro desse estranho e lírico casal que se forma.

Prazeroso ver o talento de dois jovens atores na tela. Tela aliás, que reflete a fotografia de Hoyte Van Hoytema, que aproveita cada plano da gélida cidade para tornar o clima mais fúnebre e solitário. Adaptação do livro de John Ajvide Lindqvist, que também assina o roteiro, o longa de Tomas Alfredson é um achado que ajuda ainda mais a popularizar o gênero , pois alcança ate o publico que torce o nariz para esse tipo de abordagem. Um excelente filme , uma bela história de amor, solidão e angústia...

deixa ela entrar II