A LOIRA DO CEMITÉRIO DE JOSÉ MARIA SOARES VIANA


Uma lenda pode sobreviver no decorrer por várias gerações. Pode, inclusive, ser um marco para contar a história da formação de uma nação. Há diversos exemplos em nossa cultura e na de outros países. No folclore popular, adaptadas para o cinema e ou em clássicos da literatura, elas estão lá: lendas urbanas, rurais, infantis, mágicas, surrealistas, de terror...




A loira do cemitério é mais uma lenda popular, criada no interior do Maranhão, mas precisamente em Santa Inês. A loira aparece sempre na estrada do cemitério da cidade, pede uma carona para quem passa em algum veículo motorizado, e, ao passar por ela, o condutor pode apostar que a loira está de carona. Uns dizem que ela era uma menina que foi atropelada na estrada, outros falam que ela morreu de alguma doença, outros que foi assassinada pelo pai.





O que o autor fez neste livro foi dar uma biografia e tornar “real” a estória dessa lenda local. José Maria Viana coloca como pano de fundo, a história da criação do seu município (que nos remete aos canaviais da região do vale do Pindaré) e cria, dá vida a uma estória de terror. Ao mesmo tempo em que você pode se deliciar lendo um belo romance (com um pouco de drama, um pouco de terror e com um peculiar humor), você aprende um pouco sobre a região.





Quem conhece a obra do autor, já poderia imaginar que sua terra natal, seria muito bem descrita em um próximo romance seu. O Livro é uma oportunidade para quem, filho da terra, quer ver em uma obra literária a história da sua cidade ser descrita. Podendo ainda, ver uma versão de uma lenda local ser lida em prosa pelo país a fora.





  Quem não conhece nenhum dos seus romances e tampouco sabe sobre essa lenda, tem uma bela oportunidade de ler uma estória concisa, de suspense e terror, bem como, também conhecer um pouco dessa região do Maranhão. O leitor poderá passar adiante uma lenda que não se sabe quem a criou, para quantos contou e nem quando vai acabar, como outras tantas pelo mundo.





Vanessa Mendes
Professora de Inglês e Literatura
Rio de Janeiro, 2011.

Se alguém se interressar pelo livro envie email para: josevianafilho@gmail.com