Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2007

O CHEIRO DO RALO

CINEMA NACIONAL DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL








O Cheiro do Ralo dirigido por Heitor Dhalia, conta a história de Lourenço(vivido por Selton Mello), um micro empresário que tem uma loja de compra e venda de objetos usados. É nesse espaço que se passa a maior parte do filme e onde vemos Selton Mello brilhar com um ar arrogante, que sempre desdenha dos seus vendedores de objetos usados.Lourenço, aliás, pensa que pode comprar tudo: montar um pai, cartas de tarô, canários belgas, sexo, fliperama, até uma bunda. A bunda é seu maior objeto de conquista, até ele se apaixonar pela dona dela.





O personagem é mais uma criação do genial escritor de quadrinhos Lourenço Mutarelli,aliás, o Cheiro do Ralo(o livro) é sua estréia em romance, e ganhou essa divertida e inteligente adaptação para a telona, feita pelo roteirista e escritor Marçal Aquino. O roteiro trouxe consigo todo o universo do romance, o que a meu ver, deixa a produção cinematográfica com um ar diferente de tudo o que já foi visto no cinema at…

FA-TAL 1971, DE GAL COSTA

UM DISCO, UMA VOZ E DIVERSOS CLÁSSICOS


Não tem sempre aquele disco que de tão bom parece uma coletânea ?

FA- TAL pertence a essa classe de disco “celebridade”. Há nele a certeza de lindas canções, que, por um motivo ou outro, entraram para a lista das melhores músicas da MPB. E Gal Costa dá o tom necessário, com sua voz e forma cênica que você sente até nos ouvidos...

Há em FA-TAL uma soma de motivos que fazem dele uma pérola da minha pobre coleção de discos: As canções escolhidas a dedo, parte, claro , da responsabilidade do diretor geral do disco, o saudoso , genial e poeta baiano Wally Salomão , mais a voz de Gal que em 1971(data do disco), mandava e brincava com qualquer tom, acima ou abaixo de sua capacidade vocal.

Há em FA-TAL a interpretação marcante de “Vapor Barato” da dupla genial Wally Salomão e Jardes Macalé. Os dois ainda assinam “Mal Secreto”. Gal canta Vapor Barato com tanto vigor, que é impossível escutar a canção na voz de outra pessoa. A versão do Rappa fica bem a…