PROMETHEA DE ALAN MOORE

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





Começou a ser publicado em julho de 2007 na Pixel Magazine(edição 4)aqui no Brasil, Promethea de Alan Moore(série publicada originalmente entre 1999 e 2005). O mestre dos quadrinhos e da literatura pós moderna,nos brinda com uma execelente saga que mistura mitologias, religiões,simbologias dentro de um mundo pós-moderno atual.


Alan Moore faz sua própria versão do mito da mulher poderosa do século 5 , que é revivida em diversas versões no decorrer da história . Seu ponto de partida é SOPHIE BANGS universitária que vem pesquisando sobre as diversas Prometheas no decorrer dos séculos. O plot da saga começa exatamente ai...


Nas suas pesquisas , Shophie se depara com uma especialista em Promethea. A partir daí a nossa protagonista irá viver emoções e descobertas que só a mente de um grande escritor como Moore pode nos brindar.
O que posso adiantar aqui, sem entregar sobre tudo que já foi publicado, é que Promethea é, literalmente ,uma viagem para um mundo paralelo , onde a heroína terá muito o que aprender com seus novos poderes para enfrentar muitos demônios e magos. Um dos destaques também de tudo o que já foi publicado(edições 4,5,6,7 e 8 da Pixel), é a Arte de J.H Williams III, o parceiro de Alan Moore nos faz entrar junto com a heroína no mundo psicodélico da INMATERIA.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Para quem não conhece o mundo dos quadrinhos, o roteirista de Promethea, Alan Moore, é um dos maiores criadores e inventores de biografias do mundo das HQS. Ele escreveu dentro outros, V de Vingança, Liga Extraordinária, criou Constantin e ainda uma das mais premiadas HQS: Watchmen...

Enfim, Promethea está no início e para quem gosta de quadrinhos, é uma boa pedida. Quem não gosta e ou não conhece é um bom começo. Apenas cinco números foram publicados da história e em Dezembro, a Pixel Magazine fará a distribuição nacional(fora do eixo Rio/São Paulo).Só lendo para entender.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

OS SONHOS DE FELLINI ILUMINAM OS SÉCULOS....

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket






Fellini foi um dos diretores mais pessoais da história , usou as telas como um diário. Registrou memórias, impressões, desejos, sonhos. Não se importava com a linearidade das tramas e era apaixonado pela narrativa.Em 1953 escreveu e filmou a primeira grande obra, "Os Boas Vidas", "A Estrada da Vida", de 1954, protagonizado por Giulietta Masina, como a tola Gelsomina, vendida pelos pais a um engolidor de fogo, Zampan, feito por Anthony Quinn, valeu a Fellini um sucesso internacional. E um Oscar. Aí teve pela primeira vez a colaboração do compositor Nino Rotta, que se tornaria até a morte, em 1970, o perfeito tradutor sonoro de suas visões.
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

"A Doce Vida", de 1959, marcou uma mudança de registro. Fellini passou a falar da alta burguesia, flagrada pelos olhos de um repórter cínico. Marcello Mastroianni tornou-se a encarnação do alter-ego ficcional do diretor. Nunca, antes da "Doce Vida", o mundo romano das festas intermináveis, dos papparazzi da Via Veneto, dos intelectuais angustiados, fora captado em tantos detalhes e crueza.

Magníficas mulheres habitavam o filme, vividas por atrizes como Anita Ekberg e Anouk Aimée. “A Doce Vida" não valeu nenhum Oscar a Fellini. Mas causou escândalo e polêmica em todo o mundo. E consolidou em definitivo o prestígio do cineasta. A partir dessa obra surgiu o adjetivo "felliniano" para definir o mundo onírico e grotesco do artista.

Federico Fellini levou para as telas a vida e os sonhos de todos os dias. Foi um desenhista louco que transpôs visões para a realidade mentirosa do cinema. Uma mentira que ele denunciou e amou. Seus sonhos estarão cravados na memória de quem assiste a suas obras, não exagero em nada quando digo e repito que os sonhos de Fellini iluminam os séculos...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


ROBERTO CARLOS 1978


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



O Rei deixou inúmeras interpretações que marcaram, marcam e marcarão a vida de muitos fãs e ouvintes apaixonados; observadores e de ouvidos apurados. Algumas canções suas me marcaram e outras , que não são de sua autoria, ficaram pela interpretação incomparável, que só ele sabe dar a cada canção que canta...


Um dos primeiros disco dele que ouvi foi ROBERTO CARLOS 1978 : No disco encontramos pérolas como a interpretação definitiva da música de Caetano Veloso: “Força Estranha”. Fazem parte desse disco também “Fé”(na minha opinião sua melhor música estilo gospel), Lady Laura(homenagem mais que merecida a sua mãe) e o primeiro sucesso desse disco e um dos maiores sucessos do Rei “ Café da manhã” . Não poderia deixar de esquecer as melodramáticas e não menos importantes canções “Tente Esquecer” (de Isolda) e “Vivendo por viver” (de Márcio Greyck)...

O disco é imperdível da primeira até a última faixa, e mescla canções do Rei e de Erasmo Carlos com músicas de outros compositores que Roberto Carlos lançou, aliás como quase todo disco dele. Vale a pena faixa por faixa...

PROGRAMA FATOR X

O PRIMEIRO PROGRAMA DE TV A GENTE NUNCA ESQUECE



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





Domingo dia 21 de outubro, as 14:00 horas (hora de Brasília) na CNT, o programa Fator X fará sua estréia. Ele é focado no público infanto juvenil , mas deve ser visto por toda a família.

Trabalhar nesses dois meses de pré-produção, produção e finalização, foi um aprendizado ,e antes de mais nada, uma satisfação enorme conhecer o mundo da televisão e compartilhar isso ao lado de amigos e amigas.

O primeiro programa está recheado de materias e atrações musicais. E acho que, o diretor, conseguiu balancear o programa com informações, conteúdo social e diversão. É ver e conferir.

FESTIVAL DE CINEMA DO RIO DE JANEIRO ,2007


DE BRAÇOS ABERTOS PARA O CINEMA




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Começou no último dia 20 de setembro de 2007, o maior festival de cinema da américa latina: O festival da cidade do Rio de Janeiro. A cidade vai respirar cinema até o dia 04 de outubro, com mais de 400 filmes de 60 países em diversos cinemas espalhados pela cidade. Tem de tudo, desde o mais pop cineasta americano, Quentin Tarantino, passando pelo mestre coreano Park Chan-Wook, pela polêmica do diretor Michael Moore (“SOS saúde”) , até diretores premiados como David Lynch, Gus Van Sant, Milos Forman, Ken Loach, Todd Haynes, Kenneth Branagh, Zhang Yimou e por aí vai...


É só entrar na página e escolhar o seu filme.



Da minha seleção já vi(até domingo dia 23): A prova de Morte de Quentin Tarantino , Satanás de Andrés Baiz, As bonecas safadas de Dasepo de Lee Jae-yong. Todos, a sua maneira (estética, história, argumento, diretor e gênero), excelentes. E as duas outras semanas que vem verei mais filmes que prometem muito...




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




P.S Não consegui ver a comédia do gênio Park Chan-Wook I’m a Cyborg, but that`s ok, agora é torcer para o filme cair na lista da mostra Odeon depois do festival ou esperar o lançamento do cinema.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

O VELHO PAULO COELHO

ESSE TAL PAULO COELHO





Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket






Paulo Coelho de fato é um fenômeno de vendagem, calcula-se que tenha vendido 65 milhões de livros pelo mundo, sem falar da pirataria, principalmente a chinesa.Mas eu quero falar de um Paulo, que foi abafado pelo Paulo escritor fenômeno, traduzido em várias línguas, de livros que estiveram no topo das vendagens simultaneamente em vários países. Quero falar de um Paulo, que foi abafado pelo Paulo Coelho acadêmico, imortal e polêmico, que faz chover a qualquer momento, como um passe de bruxaria e que irrita críticos intelectuais e literatos que vedem somente para seus familiares.




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket






O Paulo que quero comentar é um Paulo Coelho genial, da década de setenta, hippie e que fez em parceria, com o gênio do Rock/MpB brasileiro Raul Seixas, dezenas de canções. Canções que tratavam de paixões perdidas, uma Ave Maria popular, de reencarnações e até de um pseudopacto com o diabo. É esse Paulo Coelho, que deve ser lembrado. Não o Paulo da coluna do Jornal “O Globo” , ou o tradutor de Khalil Gibran, ou o autor de “Histórias para pais , filhos e netos”...




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket








O verdadeiro Paulo, para mim, é o letrista, poeta urbano com um tom sarcástico e sagaz das coisas da vida. O Paulo irrequieto, tal qual seu parceiro rauzilto, que já se foi. É esse Paulo que deve ser imortal... lembrem-se: existiu e existe o Mago, que escreveu “GITA”, “S.OS” , “EU NASCI A DEZ MIL ANOS ATRÁS”, entre sessenta e tantas canções que fizeram e (e ainda fazem) da música popular brasileira ter uma pouco mais de originalidade e inteligência.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket







Esse Paulo Coelho não precisa ser imortal, já o é , com suas doces canções em nossa memória perdidas em algum lugar da nossa sala.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA, 109 ANOS.

VASCO DESDE CRIANÇA




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket






Desde pequeno , quando jogava pelada pelas ruas da minha cidade natal, eu tentava imitar algum jogador do Vasco da Gama. Da minha geração(lá pela década de oitenta) todos queriam bater faltas como Roberto Dinamite, ter habilidade do Giovane ou ainda ser artilheiro como o garoto Romário.



Futebol tem dessas coisas, quando criança você sempre se imagina sendo o artilheiro do clube e fazendo gols nos momentos mais importantes, sempre é claro, ouvindo a torcida gritar seu nome das arquibancadas do maior estádio do mundo(o maraca).Você começa querendo ser ídolo e depois que cresce mais começa a ver que seu futebol não passaria nem na pior peneira da rua então nos limitamos a torcer. E é ai que começa a nossa história com o clube do nosso coração...



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




Quando você veste literalmente a camisa: defende , reza, sofre, vibra e se sente vencedor quando o clube ganha um título.No meu caso, já são trinta e dois anos de torcedor Cruz Maltino(sim, nasci vasco) e carrego-o comigo para qualquer parte do país que estiver.



Assim é a vida de qualquer torcedor: às vezes temos certeza de que fundamos o clube. Parece que estive a cento e nove anos(dia 21 de agosto de 1898) atrás na rua da Saúde, na cidade do Rio de Janeiro, fundando-o. Tenho quase certeza que estava brigando com a elitista federação carioca de futebol , que proibia qualquer time de ter negros(o vasco quebrou essa regra). Às vezes lembro que vi o Expresso da Vitória, às vezes acho que vi Roberto soltar uma bomba no maracanã(e ganhar o apelido de dinamite).





Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Torcedor que é torcedor é assim, se sente parte do clube e da história e mistura o que viu e viveu com o que nunca poderia ter vivenciado. Nesses cento e nove anos de Vasco da Gama, nos meus trinta e poucos anos de clube ,vi coisas que grandes torcedores deixaram de ver(por terem ido antes de mim) e levo comigo o legado de memórias e a certeza de que meus filhos as herdarão.


Parabéns ao Clube e a todos nós torcedores , que somos parte dele.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

DIA DOS PAIS

O dia é dos pais e eu deveria postar algo sobre ser filho dele. Mas os papéis se inverteram e quem me dá um presente é meu pai. O poema abaixo é dele, veio pelo correio dias atrás. A todos os pais do mundo , um pouco do meu amor que tenho pelo meu.




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





ZECA ! ... ESTOU CALMO!... CALMO!
de José Viana Pai para José Viana Filho


Zeca!...
Estou calmo!... Calmo!
Tranquilo!...Tranquilo!...
Lasso no ócio
Da minha insipiência óssea;
Longe, bem longe das vorazes vozes;
Do alto patamar do meus
Setenta vezes trezentos e sessenta e cinco dias
[ e mais um quarto,
Ou seja, mesmo setenta janeiro vezes dez
(Assim fica um pouco melhor ante a intuição geral
- intuitiva percepção);
Os sonhos – esses meus seguidores mais fiéis,
Companheiros invulneráveis, itinerantes, inseparáveis...
- Ainda continuam seguindo-se os passos,
Embora que estes, vez por outra, tropecem
E o façam não somente nas depressões urbanas,
Mas também, na imensa maioria,
Nas invisíveis pedras
Sobrepostas ao longo do caminho da vida,
Na estrada dos anos...

Que pena!
Já não mais se corre como antes
Corria-se, seguia-se, ia-se...
Contudo, agora, pelo menos, ainda segue-se...
E, muito mais rápido, vai-se...

Ah, Zeca,
Não nos olvidemos!
É , pois, essencial
Que tenhamos em mente,
Ativa e permanentemente,
a certeza de que,
Quando(sempre envolvendo o metal precioso)
Mentem os lá de cima,
Os cá de baixo
Sentem na vida, na alma, no bolso
E – de forma cruciante! – no estômago.

Até parece que descobri o Brasil
O Brasil, que já vinha descoberto
E que , depois, passou a viver em descoberto
Como vive, é vero, o meu CHEQUE ESPECIAL!!!!

RESSURREIÇÃO (1989) DE ARTHUR OMAR

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Psicologia de um vencido
Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro de escuridão e rutilância,
Sofro, desde a epigênesis da infância,
A influência má dos signos do zodíaco.
Profundíssimamente hipocondríaco,
Este ambiente me causa repugnância...
Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsia
Que se escapa da boca de um cardíaco.
Já o verme — este operário das ruínas —
Que o sangue podre das carnificinas
Come, e à vida em geral declara guerra,
Anda a espreitar meus olhos para roê-los,
E há-de deixar-me apenas os cabelos,
Na frialdade inorgânica da terra!

(Augusto dos Anjos)



No primeiro momento o filme “Ressurreição” choca: sua proposta de fotos que vão se comunicando por fades e corte secos montando um painel de violência com copros multilados, arrastados, estuprados, dão um impacto necessário para se levantar da cadeira e sair.O filme é bem mais do que só fotos de mortos, e, quem consegue ficar até o final e atentar para os detalhes da composição de Arthur Omar, pode até sair com uma bela lição ou melhor com belas lições sobre a fé , a carne ou qualquer outra relação que se junte ao provérbio: do pó vieste ao pó voltarás.

O elemento diegético que vai contribuir para a mensagem das fotos ter esse tom messiânico é a canção católica “Queremos Deus”.Seus acordes e sua letra causam um mal estar ainda maior, somando-se as fotos que são cuspidas no decorrer do filme, dando ainda, um ar irônico de fotomontagem ou de uma “vídeoarte” que demonstra a banalização da violência atual. “Queremos Deus que é nosso rei” , clama a música, enquanto passam pelos nossos olhos um defunto pendurado e outro amarrado nas mãos com um tiro na cara. “Queremos Deus que é nosso pai” termina a letra, como se a ressurreição do título fosse um consolo para um mundo violento e banalizado como o nosso.


JOSÉ AGRIPPINO DE PAULA, 14.07.1937 - 04.07.2007


MARGINAL ATÉ O FIM ...




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




No último dia 04 de julho, morreu de infarto o cineasta e escritor José Agrippino de Paula. Estava pronto para postar aqui, no dia 14 de julho(quando completaria 70 anos) ,uma pequena homenagem de duas obras que considero importantes para mim: o livro PanAmérica e o filme “Hitler , Terceiro mundo”.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




O livro PanAmérica é um referência para diversas gerações de escritores,e é um painel alégórico que mistura diversos personagens da emergente cultura pop americana, como John Wayne, Marilyn Monroe, o jogador Joe Di Maggio, Andy Warhol, fazendo alusão a sociedade de consumo dos anos 60. José Agrippino com sua linguagem ,até de certo modo pulp, foi referência também para o Tropicalismo de Caetano e Cia. O livro foi um achado para mim e continua na minha lista de melhores leituras.Obrigatório...



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




O filme ” Hitler, terceiro mundo” é uma película que faz parte da escola marginal da década de setenta. E faz jus a estética: choca, provoca e em muitos momentos aproxima seres humanos de irracionais. O destaque é um certo Jô Soares no papel de samurai,com cenas marcantes no decorrer de todo o filme.Logo no início, o samurai joga folhas para favelados que mais parecem animais irracionais do que gente.E por fim O samurai Jô, sedento de fome, come uma pedaço de carne soltando grunido, como um verdadeiro animal.
Para mim, de todos os filmes marginais que vi, Hitler Terceiro mundo , experimentou e soube dosar choque e todo conjunto de características da estética marginal, com originalidade e diria até genialidade mais do que qualquer outro exemplar filiado a escola marginal.

José Agippino de Paula, morreu dez dias antes de completar seus 70 anos. Morreu esquecido e esquizofrênico, porém deixou duas obras que farão , de tempos em tempos, ser lembrado.




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



RENATO RUSSO , A PEÇA.

Há tempos são os jovens que adoecem...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


No dia 11 de outubro de 1996 morria Renato Manfredini Jr , o Renato Russo, vítima de Aids. Onze anos depois, tive a oportunidade de ver Renato Russo em um palco(nunca vi um show ao vivo dele e da Legião Urbana). O palco a que me refiro foi do Teatro Vannucci na Gávea.


Impressionante a atuação de Bruce Gomlevsky, ator que interpreta Russo. Ela canta, dança, toca,interage com a platéia sem perder o fôlego um só minuto.Sua caracterização nos leva a pensar que estamos diante de um dos maiores ídolos do rock nacional.


A peça, em pouco mais de duas horas, é um conjunto de quatro grandes alicerces: Além do talento e coragem de Bruce Gomlevsky, tem o texto de Daniela Pereira de Carvalho, que mistura infância, adolescência, Aborto Elétrico(primeira banda do cantor), o Renato trovador , Legião Urbana , suas crises, amores e por fim seus últimos anos de vida. Tudo isso ao som da banda Arte Profana (em vinte e duas canções interpretadas pelo ator) e tendo como maestro o diretor Mauro Mendonça Filho.


A vida conturbada e meteórica de um gênio do Rock pop coube perfeitamente no cenário simples, que com um jogo de luz, faz a banda aparecer atrás de um telão e desaparecer ,para logo depois aparecerem imagens que interagem com o monólogo. Dando a peça um ritmo necessário para tanta mudança na vida do cantor.


Renato Russo , a peça, prova que Bruce Gomlevsky pode fazer qualquer coisa depois desse papel. Sua dedicação ao personagem é notória e teve a resposta do público que se emocionou a cada música e fase do cantor representada no palco. Para quem gosta de Renato e Legião Urbana(todos os grandes suscessos estão lá), corram, a peça está na última semana. Para quem não gosta ou não conhece , uma boa oportunidade para mudar de idéia e ou conhecer.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

IV PUTZ- Festival Universitário de cinema e vídeo de Curitiba.


O PRIMEIRO PRÊMIO A GENTE NUNCA ESQUECE...




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




Recebi ontem, pelo correio, a premiação do IV PUTZ- Festival Universitário de cinema e vídeo de Curitiba.Eu e mais quatro(produção, roteiro, direção e edição) colegas da universidade recebemos a menção honrosa na categoria Documentário, pela obra André Cavalcanti 174. O Resultado está postado na página do festival .O prêmio tem um valor especial: além de ser o meu primeiro trabalho universitário em vídeo , veio de um festival que vi nascer na cidade que morei durante cinco anos.




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





Difícil esquecer todo a nosso entusiasmo ao ligar a câmera e começar a dar vida o discurso que colocamos no papel.Ao todo foram quase um ano, entre o começo da pesquisa e a edição final, e conseguimos suprimir em quase quinze minutos o material bruto de duas horas. Muito trabalho que nos fez aprender e ter a certeza de que trilhamos pela escolha certa da profissão. Obrigado a organização do festival , pois um prêmio incentiva e muito outros projetos.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket





SOBRE O DOCUMENTÁRIO:


O documentário André Cavalcanti 174 mostra a convivência e a vida nos dias atuais dos moradores de um cortiço, localizado próximo ao Centro da cidade, que ainda conserva em sua maioria os moldes arquitetônicos desta época. A disposição característica das moradias do cortiço forçam uma maior integração entre os que ali habitam.


O filme lança um olhar sobre os aspectos sociais e culturais através da declaração de um historiador ,que ajuda na compreensão dessas mudanças ,e de depoimentos de pessoas que residem no local. Com esses relatos pode-se analizar o perfil dos moradores e as mudanças que ocorreram a partir do desenvolvimento urbano, já que são em sua maioria imigrantes, sendo inicialmente portugueses e hoje migrantes nordestinos.


A EQUIPE:


Produção: Faculdade Estácio de Sá, Núcleo de Cinema e Vídeo.
Roteiro : João Riveres, Jose Viana Filho e Luis Gabriel Lopes.
Argumento, Fotografia, Câmera : Martin Sciarretta .
Direção de Produção: Martin Sciarretta e José Viana Filho .
Produção Executiva: Natali Pazete e Henrique Santana.
Pesquisa e entrevistas: Aline Calamara e Karen Borowinski.
Edição: Luis Gabriel Lopes.

Direção : José Viana Filho




Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

AS SETE MARAVILHAS DO MUNDO MODERNO

CRISTO REDENTOR, BRAÇOS ABERTOS SOBRE O MUNDO ...





Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Foto de Drika Forever



Independente de ser um símbolo religioso cristão católico, o Cristo Redentor já faz parte da história do Rio de Janeiro. Não só do Rio , do Brasil e do mundo; sortudo é o corcovado que o tem no seu topo...

Lembro-me da primeira vez que subi e vi o Rio abaixo dos meus pés , uma gostosa sensação de ver a beleza e os contrastes da cidade em planta baixa. Todos deviam subir no Corcovado uma vez na vida, e entender do que falo (ver a cidade de baixo).


O Cristo Redentor está concorrendo para ser uma das sete maravilhas do mundo moderno, dentre outras temos : a Estátua da Liberdade, o Taj Mahal, a Torre Eiffel e até o que sobrou do Colisseu, mais alguns símbolos do mundo todo.São sete votos, e tenho certeza que todos , conhecendo ou não a maravilha brasileira garantirão um voto para o resultado que sairá em julho. É um selo a mais para a cidade e para o país ter um monumento moderno escolhido.



Clique aqui e vote no Cristo Redentor.Lá você terá diversas maneiras de votar , escolha a sua de braços e coração abertos.




...Nunca se chega no Cristo concreto
De matéria ou qualquer coisa real
Depois de 2001 e 2 e tempo afora
O Cristo é como quem foi visto subindo ao céu
Subindo ao céu
Num véu de nuvem brilhante
subindo ao céu...
(trecho da música "expresso 2222" de Gilberto Gil)

FAZ ESCURO MAS EU CANTO DE THIAGO DE MELLO

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Ao terminar de ler Faz escuro mas eu canto de Thiago de Mello(nem me lembro mais quantas vezes li), só posso dizer uma coisa: não deixem de ler, pelo menos uma vez na vida, esta obra...

Ler poesia é aquietar seu estado de espírito, sossegar, viajar em um mundo só seu. E vagar por ele sem roteiro, direção ou razão. Faz escuro mas eu canto é uma obra prima da literatura mundial, que, além de nos levar a um caminho ímpar, nos empurra, com toda a certeza para um mundo de palavras muito bem escritas e expostas.

Deixo aqui, uma poesia da obra de Thiago de Mello, o poeta do amazonas, do Brasil e do Mundo, a poesia é:

A APRENDIZAGEM AMARGA

Chega um dia em que o dia se termina
Antes que a noite caia inteiramente.
Chega um dia em que a mão, já no caminho,
De repente se esquece do seu gesto.
Chega um dia em que a lenha já não chega
Para acender o fogo da lareira.
Chega um dia em que o amor, que era infinito,
De repente se acaba, de repente.

Força é saber amar, perto e distante,
Com o encanto de rosa livre na haste,
Para que o amor ferido não se acabe
Na eternidade amarga de um instante.

MIL GOLS DE ROMÁRIO...

O GÊNIO DA ÁREA E DO GOL.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Não sei quem inventou o gol, mas Romário com certeza o fez mais popular. O baixinho sempre teve tanta intimidade e tanto respeito pela bola , não podia dar outra, mil vezes na rede, na sua casa(São Januário que completou 80 anos em 2007).Ele merece todas as homenagens que o mundo vai prestar a ele.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




A minha geração( de torcedores vascaínos) está em festa, pois foi nosso primeiro grande ídolo.Roberto Dinamite já era consagrado, Romário cresceu com a gente.São seus gols que deixaram em nossa memória que o futebol é bem mais de que técnica e raça.O futebol, com Romário, parecia, parece e sempre vai deixar um que de esse esporte parece arte.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



A obra fez do autor uma referência e seus gols ficaram na lembrança do imaginário mundial.Seus gols o farão ser imortalizado e lembrado em qualquer discussão de futebol.Será lembrado o Romário que arrancou em disparada ao gol do flamengo ,e deu chapéu no goleiro(o frangueiro do Zé Carlos) e fez o gol com um toque de gênio.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




O Romário que colocou mais calor nas zagas holandesas, que ferveu Barcelona, que fez Parreira ter crédito lhe dando uma copa do mundo.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




O Romário que fez o gol final da mercosul de 2000, dando título ao Vasco da Gama(na maior virado do futebol brasileiro). E o Romário de hoje que mil vezes balançou as redes.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




A todos que teimam em conferir e reconferir seus gols(embora a Fifa já tenha reconhecido a contagem, é único orgão que importa),para a impressa espírito de porco , um conselho: Ao invés de ficar contando papéis e súmula, que tal tentar ficar com a lembrança do baixinho fazendo um gol? O que é bom dura pouco e deixa saudades ...


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Ainda bem que eu tava lá, pois esse momento já ficou marcado e faço parte da história!!!
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Parabéns ao baixinho, ao peixe e ao Reimário!!
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

BAIXIO DAS BESTAS DE CLÁUDIO ASSIS

Cinema de Pernambuco , NADA! ... Cinema nacional!!!



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



O diretor Claudio Assis(de Amarelo Manga) participou de um agradável debate(na faculdade de cinema em que estudo) sobre o seu mais novo longa, Baixio das Bestas. Logo após a exibição do filme, vimos um diretor que acompanha o seu discurso da película para a boca.É bom ver e ouvir diretores que são comprometidos com a sua obra, o discuso não cai, se mantém. Para mim foi grata a supresa de poder conversar com ele depois de ver uma obra tão impactante.

O diretor deixa os personagens caricatos e pertubados da metrópole pernambucana(de amarelo manga) e se remete a zona da mata do estado. Ao fundo vemos as platações e o corte da cana-de-açucar, enquanto o mundo desses personagens são apresentados de forma crua, lírica e acentuada.Cada personagem sabe o que veio fazer no plano. Nada é de graça no filme: seus tempos mortos descrevem a rotina de repetição do interior do nordeste, seus personagens agroboys(Matheus Nachtergaele e Caio Blat dão um show) com diálogos vazios e atos brutais são resultado de anos e anos da cultura latifundiária nordestina e até , podemos dizer nacional.As prostitutas largadas e violentadas(Dira Paes com sua beleza e talento foge da caricatura ) são reflexo da violência cada vez maior sobre as mulheres desses locais. E por fim a exploração sexual de uma jovem menina( a estreante Mariah Teixeira) pelo seu avô(que também é seu pai) ao meio de maracatu e cachaça, fazem um painel de denúncia e de perplexidade.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




É triste saber que é real. Algumas pessoas vão ter repulssa e até taxar o filme de violento. Mas na realidade, a câmera de Claúdio Assis , sempre observadora , denuncia esse estado prostado em que se encontra a região e abre uma lente para quem quiser ver e entender o que se passa por algumas cidades do país.Ele revisa seu estado, sem perder a universalidade da obra. Seu filme não é de pernambuco é do Brasil e se comunica com o mundo. Baixio das Bestas deve ser assistido com o olhar atento para um Brasil que chama atenção e deve mudar.Deixemos de olhar um pouco nosso umbigo para reagir ao que o diretor nos mostra. Como diria o próprio Cláudio Assis: Quem não reage , rasteja

É ver e entender o que falo.

Frase da Semana: “o bom do cinema é que a gente pode fazer o que quiser” (personagem do Matheus Nachtergaele, olhando e falando para a câmera, em Baixio das Bestas”)

POR QUEM OS SINOS DOBRAM DE RAUL SEIXAS

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




Nos créditos do disco está lá escrito: Gravado do Inverno à Primavera de 1979...


O primeiro disco após a ruptura da parceria entre Raul Seixas e Paulo Coelho, um projeto todo assinado por Raul e Oscar Rasmussen. “Por quem os sinos dobram” fecha o ciclo de enorme sucesso do cantor e começa uma fase negra iniciada na década de oitenta...


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



O disco foi um verdadeiro fracasso e combinou bem com o inferno astral que Raulzito vivia. Ele e seu novo parceiro andavam cercados de seguranças faixas pretas e agitavam a noite com bebidas, drogas e violência. Violência esta que culminou com a morte de um faixa preta segurança seu, morto no apartamento do pai do rock brasileiro.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




Longe dos amigos e brigando com produtores e falsos empresários, Raul produziu o que para mim é um dos seus melhores discos. “Por quem os sinos dobram” , pode ter sido produzido longe da época saudável do cantor, bem como pode não ter nenhuma super letra do Mago Paulo Coelho... porém, ainda tem a inteligência musical (sempre imposta por Raul Seixas) e uma poesia moderna colocada por Oscar Rasmussen, com um casamento inusitado entre música e letra, tornando as canções divertidas e algumas até com um tom de salmos...

O disco voltou ao catálogo de vendas e pode ser encontrado esquecido nas prateleiras por míseros R$ 9,99 das grandes lojas. O preço é pouco para o muito que ele pode proporcionar...


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

DIA DE SÃO JORGE

Ogum Yé



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Padroeiro da Grécia, Lituânia, Polônia, Rússia e Sérvia, São Jorge é amado por todo o mundo. Sua história de guerreiro , coragem e atitude nos tempos do império romano, inspiram muitos devotos. Sua imagem , sobre um cavalo em punho com uma lança matando um dragão é uma das mais expressivas de toda a crença de santos.

No Brasil, vemos imagens dele em em bares , times de futebol e presenciamos uma forte ligação com as religiões afros(no sincretismo ele é ogum em algumas religiões e Oxossi em outras) .Tudo isso fez do Santo Guerreiro ter um número expressivo de devotos em todo o território nacional.

Dia 23 de abril é seu dia e na cidade do Rio de Janeiro é feriado. Aproveitemos seu dia para pedirmos um pouco menos de violência e proteção a todos os devotos e não devotos(todos nós somos filhos de Deus não?) nessa cidade, no Brasil e no mundo. Àqueles que acreditam ou não em sua força deixo minha fé nesse santo e a oração tocando no blog(na versão do Racionais MCS).
Pra São Jorge
de Pecê Ribeiro - Zeca Pagodinho

Vou ascender velas para São Jorge
A ele eu quero agradecer
e vou plantar comigo-ninguém-pode
para que o mal não possa então vencer

Olho grande em mim não pega não pega não
Não pega em quem tem fé no coração
Ogum com sua espada sua capa encarnada
Me dá sempre proteção
Quem vai pela boa estrada no fim dessa caminhada
Encontra em Deus perdão.



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket