Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

ANIVERSÁRIO DE 113 ANOS DO VASCO DA GAMA.

Antigo hino do Club de Regatas Vasco da Gama,
Letra e Música: Joaquim Barros Ferreira da Silva
Hino:

Clangoroso apregoa, altaneiro
O clarim estridente da Fama
Que dos clubes do Rio de Janeiro
O invencível é o Vasco da Gama

Se vitórias já tem no passado
Glórias mil há de ter no porvir
O seu nome é por nós adorado
Como estrela no céu a fulgir!

Avante então
Que p'ra vencer
Sem discussão
Basta querer
Lutar, lutar
Os vascaínos
De terra e mar
Os paladinos

É mundial
A sua fama
Vasco da Gama
Não tem rival
Mais uma glória
Vai conquistar
Lutar, lutar
Para a vitória

Sobre os peitos leais, vascaínos,
Brilha a Cruz gloriosa de Malta
Corações varonis, leoninos,
Que o amor pelo Vasco inda exalta.

Quando o Vasco em qualquer desafio
Lança em campo o seu grito de guerra
Invencível, nervoso arrepio
Faz tremer o rival e a terra!

Avante, então, etc.

Vascaínos, avante é lutar
Sempre o Vasco venceu quando quis
Quer em terra, ou ainda no mar
Nunca o Vasco baixou a serviz

Viva, pois, nosso…

QUEREMOS MILES, CCBB , DE 02 DE AGOSTO A 28 DE SETEMBRO

A cidade do Rio de Janeiro pediu, e ganhou: A mostra internacional "Queremos Miles" , concebida pela Cité de La Musique(Paris), chegou a capital Fluminense e nos mostra, dentre trezentos itens, gravações, obras de arte(do próprio músico e para o músico), fotografias, vídeos, documentários, roupas, instrumentos musicais, dentre vários outros artigos, compondo uma perfeita homenagem para um dos artistas mais influentes do século 20.




O que mais me chamou atenção, foi a forma como o curador Vicent Bessières organizou a Mostra: de forma bem didática, ele nos apresenta Miles Davis, saído de Alton, no estado de Illinois até a fama na cidade de Nova York. Cabe perfeitamente ,para quem não sabe absolutamente nada sobre o gênio do tropete. E cada fase, seja  do bebop,  cool jazz, jazz modal ou ainda do jazz fusion é bem apresentada "áudio-visualmente falando"...




A Cenografia funciona como um corredor sonoro, você passeia pelas imagens, partituras do músico, ao mesmo tempo em…

A LOIRA DO CEMITÉRIO DE JOSÉ MARIA SOARES VIANA

Uma lenda pode sobreviver no decorrer por várias gerações. Pode, inclusive, ser um marco para contar a história da formação de uma nação. Há diversos exemplos em nossa cultura e na de outros países. No folclore popular, adaptadas para o cinema e ou em clássicos da literatura, elas estão lá: lendas urbanas, rurais, infantis, mágicas, surrealistas, de terror...



A loira do cemitério é mais uma lenda popular, criada no interior do Maranhão, mas precisamente em Santa Inês. A loira aparece sempre na estrada do cemitério da cidade, pede uma carona para quem passa em algum veículo motorizado, e, ao passar por ela, o condutor pode apostar que a loira está de carona. Uns dizem que ela era uma menina que foi atropelada na estrada, outros falam que ela morreu de alguma doença, outros que foi assassinada pelo pai.




O que o autor fez neste livro foi dar uma biografia e tornar “real” a estória dessa lenda local. José Maria Viana coloca como pano de fundo, a história da criação do seu município (que nos…