400 ANOS DE SÃO LUÍS DO MARANHÃO


 

Foto: Georgiana Lima Viana

 

 

SÃO, SÃO,SÃO,  LUZ...!


 

Ontem fui ruína
Casarão podre
Calçada sem
Cantaria!
 
Hoje sou o fio
Que aquece
As noites
De tambores ancestrais!
 
E quando bate a matraca
Bum, bum, bum
Meu boi
São Luís parece que foi

 

Um instante melhor.