DEIXA ELA ENTRAR DE TOMAS ALFREDSON



Låt den rätte komma in, SUE, 2008

Deixa ela entrar III

O vampirismo sempre foi um tema explorado pela sétima arte. Diversas versões inundam as telas pelo mundo, com muito sangue e terror . A mais recente onda do Crepúsculo , popularizou ainda mais esse tema para adolescentes. Mais “Deixa Ela Entrar” é um belo exemplar de como se pode fazer um filme com terror, sustos, suspense, vampirismos , sem cair no clichê americano.

Deixa ela entrar

O filme sueco de Tomas Alfredson, é uma bela novidade para quem quer ver um filme de vampiro: primeiro porque trás uma estória inusitada de uma adolescente e ao que parece ser seu pai( ? ) que se mudam para uma pacata e gelada cidade na Suécia. E vemos duas estórias se cruzando , do solitário adolescente Oskar interpretado por Kåre Hedebrant e Eli vivida por Lina Leandersson. Ele vivendo as crises de um adolescente tímido e solitário , ela uma “menina” vampira com suas necessidades. A solidão é o principal ponto de encontro desse estranho e lírico casal que se forma.

Prazeroso ver o talento de dois jovens atores na tela. Tela aliás, que reflete a fotografia de Hoyte Van Hoytema, que aproveita cada plano da gélida cidade para tornar o clima mais fúnebre e solitário. Adaptação do livro de John Ajvide Lindqvist, que também assina o roteiro, o longa de Tomas Alfredson é um achado que ajuda ainda mais a popularizar o gênero , pois alcança ate o publico que torce o nariz para esse tipo de abordagem. Um excelente filme , uma bela história de amor, solidão e angústia...

deixa ela entrar II





0 comentários: