Pular para o conteúdo principal

TIM MAIA RACIONAL VOLUME 1 e 2

Racional

Um dos maiores ídolos POP/MPB do país , Sebastião Rodrigues Maia, mais conhecido como Tim Maia, lançou na década de 70, mais precisamente 75 e 76 ,dois volumes que seriam considerados seus melhores discos, Tim Maia Racional volume 1 e 2.


Os discos soavam bem estranhos diante daquilo que todos estavam acostumados a ouvir do Tim, o soul e suingue continuavam, mas sua voz estava bem mais limpa e as letras faziam alusão a sua mudança interior, a enxergar um mundo mais claro, a reconhecer os erros e se entregar a uma certa seita ideológica, liderada pelo então Guru Manuel Jacinto Coelho, um "guru" da ufologia, a famosa Cultura Racional (baseado no livro Universo em desencanto).

Tim Mergulhou fundo na cultura, usando sua arte para pregar. Do resultado de sua fase religioso, falando do volume 1 especificamente, temos clássicos como "Imunização Racional (Que Beleza)" , "Bom Senso" e o clássico soul "Rational Culture". Recentemente foram descobertas algumas músicas esquecidas dessa época, que deram origem a um terceiro volume(que pode ser baixado pela internet).

Tendo sua fase religiosa, assim como ídolos como Bob Dylan e Prince, Tim Maia provou sua versatilidade e somou mais um grande episódio em sua tumultuada vida. Os dois Volumes são grandes discos na história musical brasileira e podem ser ouvidos, baixados e ou comprados facilmente. Para quem quer ouvir algo de qualidade vai uma, ou melhor duas dicas, e ainda, para quem quer ouvir um Tim diferente de Descobridor de Sete Mares, Do Leme ao Pontal e Me dê Motivo, tai uma ótima oportunidade para se surpreender.



Tim Maia




Comentários

Dilberto L. Rosa disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Pena q o povo só valoriza depois q morre.
Big Beijos
LUPPER disse…
salve salve, Mr Jv gostei nota 1ooo, valeu,abç
Isso ai Mestre Dioda!!!
José,
Obrigado pela visita ao Luzes da Cidade. No entanto, o texto não é meu, mas do sr. Leandro Fortes, de cujo blogue retirei, com a autorização dele. Um abraço.
Alexandre disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre disse…
Prezado Mestre

Os dois volumes da fase "Racional" do Tim Maia são considerados, por muitos críticos, como obras primas, o que marca sua versatilidade e maestria, pois, criar um trabalho de referência na MPB, com um estilo diferente do que o fez tão popular, e com qualidade, é coisa de gênio.

Alexandre Dunes
Magui disse…
Tem razão, a voz estava limpa pq foi uma fase em que ele também estava.
Ainda não li o livro do Mota mas pretendo.
Greyce Kelly disse…
au!!!
O Blog é super legal!!! Muito bem desenvolvido!!! E os textos? Estou sem fôlego até agora!!! Que declaração a Vanessa foi aquela?rsrsrs
Meu Deus!!! Quanta paixão,amor,zelo... Que Deus os abençoe!!!
Sua mãe parece ser uma guerreira que não deixou o encantamento fora de sua vida,ao contrário,talvez tenha sido uma grande contribuição para que acreditasse em a vida melhor,no que for possível contribuir,né?
Saudades de vocês...rsrs
bjs

Postagens mais visitadas deste blog

POEMA COGITO DE TORQUATO NETO

UM POEMA QUE ME FEZ LEMBRAR






Ao encontrar e ler ,de Torquato Neto o poema Cogito,na mesma hora esqueci do que realmente procurava...

Poesia tem dessas coisas: lemos, absorvemos e ficamos pensando no que poderia ter feito ou sentido o poeta para se expor tão a fundo, e adentrar em nossas mentes e fazer o tempo voltar como uma espiral...

Torquato pertence ao grupo de poetas que viveram pouco (apenas 28 anos), deixaram uma obra curta e nem por isso fizeram mal uso das palavras nos poucos anos que tiveram para criar.

Ele também pertence ao grupo de poetas suicidas , um dia após completar 28 anos de idade (Ele nasceu em Teresina, Piauí, em 09 de Novembro de 1944), ligou o gás do banheiro e suicidou-se. Deixou um bilhete: "Tenho saudade, como os cariocas, do dia em que sentia e achava que era dia de cego. De modo que fico sossegado por aqui mesmo, enquanto durar. Pra mim, chega! Não sacudam demais o Thiago, que ele pode acordar"( Thiago era o filho de três anos de idade)...

Se ele foi c…

UM POUCO DA POESIA DE NAURO MACHADO

O ANAFILÁTICO DESESPERO DE NAURO


Poesia nunca é demais, e sendo de um ídolo seu então!...Haja inspiração correndo solta na minha cabeça ao terminar de ler qualquer poema de Nauro Machado. Para tornar essa quinta-feira quente, resolvi então publicar aqui alguns de seus poemas, para ser mais preciso cinco poemas.
Poemas lidos e relidos no decorrer da minha vida de leitor e admirador da obra desse poeta maranhense.Sempre que tenho dúvidas, meu ?manual prático para certezas da vida? é algum livro de Nauro . Ele dita sempre o tom certo para quem procura tirar um pouco os pés do chão.



RADIAÇÃO

Eu vi a glória nos lábios da eternidade.
Eu vi o universo inteiro na angústia do fogo.
Pelo canto noturno, em galés da alvorada,
Eu vi os farrapos trêmulos da última estrela.

*******

TRAGÉDIA

A grande aventura do poeta
Consiste em seu tão pequeno rio
A voltar para a imensa fonte dele.

*******


RELACIONAMENTO

O eterno não cabe
Naquilo que o come,
Se de mim não sabe
O vizinho homem.

Entanto me bebem
Os olhos alheios,
Até qu…

A LOIRA DO CEMITÉRIO DE JOSÉ MARIA SOARES VIANA

Uma lenda pode sobreviver no decorrer por várias gerações. Pode, inclusive, ser um marco para contar a história da formação de uma nação. Há diversos exemplos em nossa cultura e na de outros países. No folclore popular, adaptadas para o cinema e ou em clássicos da literatura, elas estão lá: lendas urbanas, rurais, infantis, mágicas, surrealistas, de terror...



A loira do cemitério é mais uma lenda popular, criada no interior do Maranhão, mas precisamente em Santa Inês. A loira aparece sempre na estrada do cemitério da cidade, pede uma carona para quem passa em algum veículo motorizado, e, ao passar por ela, o condutor pode apostar que a loira está de carona. Uns dizem que ela era uma menina que foi atropelada na estrada, outros falam que ela morreu de alguma doença, outros que foi assassinada pelo pai.




O que o autor fez neste livro foi dar uma biografia e tornar “real” a estória dessa lenda local. José Maria Viana coloca como pano de fundo, a história da criação do seu município (que nos…