CARO FRANCIS DE NELSON HOINEFF





cartaz de Caro Francis





Um jornalista emblemático , polêmico , inteligente, debochado, cênico e que faz uma falta imensa ao jornalismo e a televisão brasileira, Paulo Francis tem um pouco do seu legado registrado no documentário , Caro Francis de Nelson Hoineff.

Impossível tentar registrar em pouco mais de uma  hora e meia todas as facetas de Francis ,bem como, todas as polêmicas que o mesmo criou no decorrer da sua vida, mas estão lá: sua pequena e conturbada vida de crítico de teatro , sua impulsiva saída da Folha de São Paulo , seus comentários ácidos no Manhattan Connection e no jornal da Globo (com direito a erros de gravações) e principalmente o caso do processo da Petrobras...

Tudo isso se soma a comentários de amigos, e outros nem tanto que nos ajudam a formar(ou pelo menos tentar) um pouco da complexa passagem dessa importante figura do jornalismo brasileiro. Francis deixou alguns seguidores(que jamais alcançarão sua performance), desafetos (alguns assumem no documentário serem ate fã dele)  , mas pelo painel carinhoso que o diretor montou, sentimos , mesmo os que não conheceram a fundo sua obra e nem tão pouco sabem da importância dele , ao vermos o documentário o quanto ele deixou de saudade, seja pela pessoa como pelo profissional.

Uma boa edição de imagens(assinada por Thaissa Castelo Branco), que não segue uma cronologia clássica e nos faz ir e voltar nas suas diversas facetas , se somam a essa obra que tenta de alguma forma fazer o impossível , traduzir Francis...





Jornalista Paulo Francis



14 comentários:

Iza Raquel disse...

Saudade de nossas conversas, de nossa amizade e de seus textos. Um beijo,

Lulu on the sky disse...

Eu gostava dos comentários do Paulo Francis.
Big Beijos

Scorpys disse...

Olá,obrigada pela visita,gostei muito do seu blog é bem dinâmico.Vou te linkar ta bom.Volte sempre e tenha uma semana deliciosa,
beijussssss

Dilberto L. Rosa disse...

Olha só: trouxe de volta a Iza para você... Só faltou ela ir também aos Morcegos, que falta de moral que tenho com minhas antigas estagiárias...

Faltou lembrar a polêmica contra os nordestino, né?... Pecou muito, por vaidade ou por excesso de talento, mas pecou muito! Engraçado este teu fascínio por ele... Mas, enfim, viva Francis com sua verve sem dúvida inovadora! Abração!

Luma Rosa disse...

Taí um documentário que gostaria de assistir e foi no Manhattan Connection que soube do lançamento, mas faz tempo e eu praticamente tinha esquecido. Vou procurar! Beijus,

Micha Descontrolada disse...

zé, q saudade..nem acreditei qdo vi seus coments no blog..achei q vc nem blogasse mais..amei as novidades, q vai casar e tal...mto sucesso pra vc.

Uma ótima semana para você!!!!

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Érica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érica disse...

Agradeço a visitinha lá no blog, e coincidência enorme, eu tenho esse espaço linkado há algum tempo. Venho, leio, e vou embora. Enfim.

Beijos e volte sempre!!!

Lara Amaral disse...

Olá, José!

Obrigada pela visita em meu blog.

Beijos e boa semana.

LuCordeiro disse...

Olá,José,
Eu não tinha idéia da existência desse documentário.Preciso assistir pq eu gostava do PF.Era polêmico,debochado,engraçado,inteligentíssimo e mto culto.O Manhattan Connection ainda valia alguma coisa qdo o PF estava lá.Depois disso,que lástima de programa.Aquela cara amarelada do Diogo Mainardi é insuportável,e pensar que colocaram o sujeito no lugar do PF,é incompreensível.
Enfim,foi mto bom vir aqui e tomar ciência do documentário.Valeu!
bjs

Helô Müller disse...

Francis era terrivelmente inteligente, e, talvez, venha daí, a sua "irreverência" - tipo assim, uma espécie de fastio das coisas "normais"!! rs Sei lá, mas as pessoas intensas de conteúdo, assim como ele, por vezes extrapolam na rebeldia e ironia! Fiz-me entender?? rs Well, pelo menos eu tentei, né?! rs
Vim agradecer e retribuir a sua gentil visita aos meus aposentos!
Adorei os seus...
Linkarei vc e já tou na sua cola!
Bj
Helô

P.s. Fique atento aos outros nove!!... rs

Márcia(clarinha) disse...

Inteligente demais, autosuficiente demais, debochado demais e esse mega domínio de si o fazia diferente...Não era meu preferido, mas tiro o chapéu pra sua genialidade.
Zé querido filhote, que coisa é essa de casório??? Conte-me tudinho viu?
Saudades...
beijos carinhosos

Jeanne disse...

Gostava muito dele pessoa, e de seus comentários.
Certamente faz falta até hoje.
Existem pessoas únicas e ele era uma delas.
Beijos

Rogério disse...

Baixar o Documentário Caro Francis - http://goo.gl/81br1